Sala de Aula

Nova edição do blog Sala de Aula


http://reridamaria.com.br/

Seguidores

terça-feira, dezembro 14, 2010

Grandes personalidades negras brasileiras

O Brasil, país com a segunda maior população negra do mundo ( 75 milhões de negros e pardos), em geral, ostenta, nos livros didáticos, as imagens e trajetórias de notáveis homens da elite branca.
Segundo estes livros, a construção da nacionalidade e da identidade nacional passaram fundamentalmente pelas mãos de descendentes de europeus, que, em terras tropicais, construíram uma nova civilização.
A história, no entanto, não é bem assim. O Brasil teve e tem grandes nomes negros que deram contribuição fundamental para o desenvolvimento da nação em diversos campos de estudos e ramos profissionais.
Em geral, eles, devido ao exemplo impar, não são apontados como negros, como homens sem cor. No entanto, são afro-descendentes, que guardam, no mais intimo de suas personalidades, ligações com o mundo de seus antepassados.
Na verdade, são homens e mulheres negros que se destacaram, num esforço familiar ou individual, para se tornarem cidadãos bem-sucedidos ou de especial destaque em suas áreas. Com isso, conquistaram a admiração dos demais brasileiros e tornaram-se exemplos para a sua e para as novas gerações.
Foram ou são políticos, escritores, médicos, engenheiros, advogados, músicos, cientistas, religiosos, jornalistas, atletas, militantes ou artistas negros e mestiços que passaram pelas tradicionais barreiras à ascensão social e conseguiram se firmar na sociedade brasileira.
Existe hoje, no Brasil, uma classe média negra, estimada em 8 milhões de pessoas - que também quer ser representada e ter acesso a informações qualificadas sobre negros importantes da história brasileira.
Pensando numa galeria de tipos humanos afros diferenciados, o jornalista e professor Carlos Nobre, da PUC-Rio, propôs ao editor Ary Roitman, da Editora Garamond, do Rio de Janeiro, a edição de uma coleção com a biografia de 25 grandes trajetórias de afro-descendentes que se notabilizaram na vida pública brasileira.
Os três primeiros livros da Coleção Personalidades Negras: " Machado de Assis", de Dau Bastos, " Pelé", de Angélica Basthi, e " Aleijadinho", de Maria Alzira Brum Lemos.
Os 22 futuros biografados sairão de uma relação de 40 nomes selecionados pela editora e pelo professor Carlos Nobre, autor do projeto.

Um comentário: