Sala de Aula

Nova edição do blog Sala de Aula


http://reridamaria.com.br/

Seguidores

sexta-feira, fevereiro 25, 2011

Arte negra ou africana

“A grande arte africana encontra-se basicamente nas bacias fluviais do Níger e do Congo” (Andréas Lommel), região habitada por povos agrícolas de origem banto.
Consiste especialmente na escultura dos antepassados e máscaras, que representam os espíritos dos ancestrais.
As primeiras esculturas estudadas são da aldeia Nok, no vale de Benuê (afluente do rio Níger). É aí o centro de irradiação da arte africana.
Os antepassados são, em geral, representados em pé, com ligeira flexão das pernas.
As esculturas de bronze do Benin e Ife são obras-primas da arte negra.
A pintura africana mais famosa é a das montanhas Tassili-n-Ajjer, no Saara Central. Ali foram encontradas e isoladas 20.000 figuras.
Toda essa riqueza de arte africana encontra-se hoje nos museus da Europa.
A raça negra, a mais escravizada do mundo, apesar de arrancada de sua terra, nunca perdeu sua altivez espiritual e conservou sua extraordinária criatividade artística.
Os africanos cantam e dançam em todos os momentos importantes da vida: ao nascer e ao morrer, quando casam, trabalham ou guerreiam e, sobretudo, nas cerimônias religiosas.
Para o negro africano, as máscaras, as esculturas, decorações, músicas e danças são meios de comunicação, de promoção e de identificação da tribo, e ligação com as diversas divindades.
A maior contribuição da arte negra, no Brasil, foi para a música, com instrumentos e ritmos (samba, batuque) e na formação do sincretismo religioso (umbanda, candomblé).





 

Nenhum comentário:

Postar um comentário