Sala de Aula

Nova edição do blog Sala de Aula


http://reridamaria.com.br/

Seguidores

quarta-feira, março 02, 2011

Juliano Moreira

Nascido em Salvador, em 1873, Juliano Moreira foi uma grande referência da medicina brasileira. Formou-se em medicina e cirurgia em 1891, doutorando-se com a tese “Etiologia da Sífilis Maligna Precoce”, ganhando nota máxima da banca examinadora da faculdade da Bahia, onde foi, durante algum tempo, professor assistente de clínica médica. No Rio de Janeiro, foi nomeado diretor do Hospital Nacional dos Alienados. Com seus esforços junto ao Ministério do Interior conseguiu a aprovação de uma lei de assistência aos doentes mentais.

Realizou uma grande reforma no Hospital Nacional, renovando-o, ampliando-o e aplicando métodos inovadores no tratamento psiquiátrico.Por esse trabalho foi nomeado diretor geral da assistência a psicopatas onde permaneceu por vinte e oito anos.

Sua atuação no campo da pesquisa científica foi notável: na Sociedade de Medicina e Cirurgia Baiana, nascida por sua inspiração, pesquisou sobre doenças como o botão endêmico ou botão-de-Biska, doença endêmica crônica, de tipo granulomatoso e ulcerativo, observada principalmente no norte da África, daí seu segundo nome, alusão a uma cidade da Argélia. Sua pesquisa ajudou na identificação dessa doença no Brasil.

Juliano Moreira, durante sua brilhante carreira intelectual, publicou mais de uma centena de títulos entre trabalhos científicos e de outra natureza, temos em destaque: Assistência aos Alienados no Brasil (1906), Lês maladies mentales au Brésil (1907), A contribution to the study of dementia paralítica in Brazil (1907) e A evolução da medicina brasileira (1908). Seus trabalhos tiveram reconhecimento internacional. Juliano Moreira foi membro de inúmeras instituições científicas internacionais como: a Antropolegische Gesellchaft, de Munique; a Société de Médicine, de Paris; a Médico-Legal Society, de Nova York; e a Médico- Psychological Association, de Londres.

O Hospital Colonial Juliano Moreira, em Jacarepaguá, é uma homenagem à trajetória vitoriosa desse afro-brasileiro em prol da medicina no Brasil.

Um comentário:

  1. Simplesmente fantástico! Amei seu blog e ele será uma rica fonte de pesquisa para o meu trabalho.

    ResponderExcluir